Inquérito policial diz que bispo de Limeira recebeu doação da igreja para obra em casa de praia

bispo-limeira2.jpg
Vaticano também apura denúncias de extorsão e coação por bispo de Limeira — Foto: Reprodução/EPTV

A Polícia Civil enviou ao Ministério Público de São Paulo (MP-SP) o inquérito que apura denúncias de extorsão e enriquecimento ilícito do bispo de Limeira (SP), dom Vilson Dias de Oliveira. O documento diz que o religioso teria recebido uma doação da igreja para uma obra na casa de praia dele. O bispo também é investigado por acobertar crimes de assédio que teriam sido cometidos pelo padre de Americana (SP), Pedro Leandro Ricardo.No inquérito policial da Delegacia Seccional de Limeira, que tem mais de 300 páginas, um dos casos relatados diz respeito a um pedido de dinheiro do bispo dom Vilson ao padre Edson Adélio Tagliaferro, da Paróquia Nossa Senhora das Dores, de Artur Nogueira (SP), em 2015.

O padre disse, em depoimento, que o dinheiro era para construir um poço artesiano na casa de praia de dom Vilson, em Itanhaém (SP), na baixada santista.

A declaração do padre Edson é confirmada por uma mulher que faz parte do conselho financeiro da igreja. Ela disse, em depoimento, que o conselho analisou o pedido encaminhado pelo padre, e todos os membros aprovaram em obediência ao bispo.

A conselheira afirmou que tinha conhecimento de que padres temiam por uma represália ou perseguição de dom Vilson. Ela apresentou o recibo que comprova a doação de R$ 4 mil ao bispo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s