Bebê morre após ser liberada 2 vezes em UPA e família faz B.O por omissão de socorro em São João Da Boa Vista

bebe-de-8-meses-sao-joao-da-boa-vista
Laudo que apontará causa da morte de Elloah deve sair em uma semana — Foto: Ely Venancio/EPTV

Uma família registrou boletim de ocorrência de omissão de socorro contra um médico da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São João da Boa Vista (SP) após uma bebê de 8 meses morrer, no sábado (6), na Santa Casa. Segundo a mãe, a criança foi liberada duas vezes e que o caso foi considerado sem gravidade.

O laudo que aponta a causa da morte de Elloah foi pedido e deve sair em uma semana, segundo a unidade.

Em nota, a direção técnica da UPA afirmou que os protocolos de atendimento foram seguidos, mas uma sindicância será aberta para apurar os fatos. O médico está afastado.

Atendimentos

bebe-de-8-meses-sao-joao-da-boa-vista-3
Raio-X foi pedido apenas na terceira vez que família levou a menina à UPA — Foto: Ely Venancio/EPTV

A mãe Mayara Ferreira Martins e a filha são de Cabo Verde (MG) e foram visitar a avó em São João.

Segundo Mayara, a bebê começou a apresentar falta de ar e vômito na quinta-feira (4), quando a levou até a UPA pela primeira vez. O médico teria dito que era um problema respiratório, receitou antialérgico, inalação e liberou a menina. Preocupada, a mãe pediu um raio-X.

“Naquele momento ele foi ríspido e grosso, falando para mim que era o médico e ele iria examinar minha filha e falar para mim o que ela tinha, que eu não precisava pedir”, contou.

Anúncios