Sobe para 5 o número de casos confirmados de dengue em Pouso Alegre

foto_principal (2)
Os pacientes infectados já passaram por tratamento e estão em casa. Em 2018 foram dois casos no município

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Pouso Alegre já são cinco casos confirmados de dengue na cidade em 2019, todos eles autóctones, ou seja, o paciente contraiu a doença dentro do próprio município. O primeiro caso foi confirmado em um jovem de 17 anos no início do mês passado.

Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, neste ano foram 41 notificações de casos suspeitos, desses, 13 já foram descartados e 23 continua sob análise.

Em todo o ano passado a cidade havia registrado apenas dois casos de dengue locais e um caso de morador de Pouso Alegre que contraiu em outro município.

Em todos os casos confirmados neste ano, os pacientes já foram medicados em estão em casa.

Focos do mosquito e ações de combate

Ainda segundo Secretaria de Saúde, as ações de prevenção devem continuar em todo o município, mesmo com o fim do verão. Os agentes de saúde continuarão com o trabalho preventivo e de orientações em todos os bairros da cidade, através da busca ativa, capacitação de profissionais, resgate de imóveis fechados e fumacê.

Segundo o departamento de zoonoses do município, no levantamento feito em janeiro, eram 141 focos do mosquito Aedes aegypti por toda a cidade. Esses pontos e suas vizinhanças são monitorados para extinguir as larvas do hospedeiro da doença.

Sintomas da dengue

Os sintomas mais comuns da dengue são febre repentina, dores de cabeça e ao redor dos olhos, dores no corpo e manchas avermelhadas. Se você sentir um ou mais desses sintomas combinados, é preciso procurar uma unidade de saúde.

Anúncios

Homem é preso por estuprar menina de 10 anos em cidade sul-mineira

foto_principal (1)
Segundo a polícia, o autor, de 25 anos, era companheiro da avó da vítima

Um homem foi preso na noite de segunda-feira, 01, após ser flagrado abusando sexualmente de uma garota de 10 anos. Pais gravaram o momento do abuso em uma fazenda em Poços de Caldas.

Segundo a polícia, o autor, de 25 anos, era companheiro da avó da vítima. Ele foi gravado pelos pais da garota no momento do crime. A gravação mostra o momento em que ele entra no quarto e passa a acariciar as partes íntimas da menina.

De acordo com a vítima, os abusos aconteciam desde que ela tinha 6 anos de idade e o autor a ameaçava para que não contasse a alguém. A vítima foi levada à Santa Casa da cidade, onde passou por exames, mas nenhuma lesão foi detectada.

Ao chegar ao local, a polícia teve acesso ao vídeo e prendeu o autor em flagrante.

Bolsonaro decidirá sobre o fim do horário de verão na próxima semana

foto_principal
Segundo o ministro de Minas e Energia, estudos sobre a efetividade da medida serão entregues ao presidente

O presidente Jair Bolsonaro vai decidir na próxima semana sobre o fim ou a continuidade do horário de verão. Segundo o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, assim que a comitiva brasileira voltar de viagem de Israel, o presidente terá acesso aos estudos sobre os efeitos do horário.

Segundo o ministro, os estudos foram um pedido de Bolsonaro para que ele pudesse tomar a decisão. Albuquerque disse que os ganhos econômicos são poucos, mas não são os únicos aspectos envolvendo a questão. “Entram outros fatores, além do econômico. E isso será apresentado ao presidente. Ele tem muito interesse nesse assunto. E eu estarei pronto a partir da semana que vem”, afirmou na noite de segunda-feira, 1º.

Segundo o Ministério de Minas e Energia, os estudos são feitos anualmente e desde 2016 não é feito mais um balanço sobre a economia de energia com a medida porque o efeito da mudança de horário é neutra.

A medida é adotada em dez estados da região Sudeste, Sul e Centro-Oeste (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul) mais o Distrito Federal.

O fim do horário de verão não é uma pauta nova no Planalto. Em 2017, o então presidente Michel Temer chegou a anunciar uma enquete para deliberar o assunto. A enquete não foi realizada e o horário mantido.

Em 2018, o horário de verão, que começa tradicionalmente em outubro, foi encurtado. Temer atendeu a um pedido do Tribunal Superior Eleitoral para que o início do horário de verão não ocorresse entre o primeiro e segundo turno da eleição.

O Planalto chegou a informar que, a pedido do Ministério da Educação, a entrada em vigor do horário seria adiada novamente, para dia 18 de novembro, a fim de não prejudicar provas do Enem, mas acabou decidindo manter a data de 4 de novembro.

CANTOR NAHIM É PRESO APÓS DESCUMPRIR MEDIDA PROTETIVA

nahim2

O cantor a apresentador Nahim Jorge Elias Júnior, de 66 anos, conhecido como Nahim, está preso no CDP (Centro de Detenção Provisória) de Pinheiros, Zona Oeste de São Paulo, desde sexta-feira passada (27). Ele foi detido depois de descumprir uma medida protetiva (as medidas protetivas são tutelas de urgência previstas na Lei 11.340/2006 com o intuito de salvaguardar a integridade física, psicológica e patrimonial da vítima de violência doméstica) de sua ex-mulher. A prisão aconteceu após Nahim visitar os cachorros na casa da ex. A informação foi confirmada a QUEM por Ademar Gomes, advogado de Nahim que assumiu o caso nesta terça-feira (2).

“O Nahim se separou da primeira mulher, houve uma desavença entre eles e ela entrou com a medida protetiva, em que ele não podia se aproximar dela. Porém, ficou acordado que o Nahim visitaria os cães e passearia com eles todos os dias. Mas na semana passada ele foi visitar os cachorros e a ex o filmou entrando na casa. Ela colocou a filmagem em juízo e o juiz decretou a prisão preventiva dele”, explicou o advogado.

O advogado disse, contudo, que Nahim não foi ouvido. “Ele está preso desde o dia 27. Assumi a defesa dele hoje, ainda vou me inteirar sobre todos os detalhes do processo, e vou tomar as devidas providências para que ele seja solto imediatamente”, acrescentou.

Em 2017, Nahim estreou o Programa do Nahim na Rede Brasil e no mesmo ano foi anunciado como participante do reality show A Fazenda: Nova Chance, na Record.

A ATUAL MULHER
Durante entrevista ao programa Fofocalizando desta terça-feira (2), a atual mulher do cantor, Andreia Andrade, contou detalhes da confusão. “Ele tem essa medida protetiva contra a primeira ex-mulher dele, tendo em vista que ele tem cinco chow chows na residência dela, na qual ele tem parte também. Todo dia ele vai lá e ela fez com que eles se encontrassem, o que ocasionou uma discussão. Ela apresentou isso alegando que houve um descumprimento da lei. Deixe bem claro: é a primeira ex-mulher”, disse ela.

nahim-andreia
Nahim e a atual mulher, Andreia Andrade (Foto: Reprodução/Instagram)

Andreia ainda completou: “A pergunta que não quer calar: o que essa senhora estava fazendo ali, nesse momento, na porta, e sabendo que ele estava levando os cachorros. É essa a minha indignação, gente! É isso que eu não consigo entender! É isso que eu quero que as pessoas expliquem. Cadê essa senhora para se justificar?”

Da QEM

Câmara do Rio abre processo de impeachment contra o prefeito Marcelo Crivella

age20190402097_ZoPsvMf
O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, durante a 12ª LAAD Defence & Security, na manhã desta terça-feira (2) — Foto: Lucas Lacaz Ruiz/Estadão Conteúdo

O prefeito do Rio continua no cargo até a votação de um relatório que ainda será elaborado por uma comissão processante. Há seis meses, base aliada teve o dobro dos votos da oposição para arquivar outro pedido de impedimento.

A Câmara de Vereadores do Rio aprovou, na tarde desta terça-feira (2), a abertura do processo de impeachment do prefeito Marcelo Crivella (PRB). Trinta e cinco vereadores votaram pela admissibilidade do processo e 14 contra. Crivella continua no cargo, mas terá que enfrentar uma investigação.

O vereador Alexandre Isquierdo (DEM) se absteve e o presidente da casa, Jorge Felippe (MDB), se declarou impedido, por ser o primeiro na linha sucessória caso o impeachment seja aprovado no fim do processo. O vice-prefeito, Fernando Mac Dowell, morreu em maio do ano passado, após um infarto e a prefeitura ficou com o cargo vago.

A aprovação da abertura do pedido de impeachment nesta terça-feira dependia apenas da maioria simples para sua aprovação. Esta é a primeira vez desde a redemocratização do Brasil que a Câmara de Vereadores do Rio aprova a abertura de um processo de impeachment contra um prefeito.

A denúncia contra o prefeito apresentada ao plenário hoje foi protocolada nesta segunda-feira (1º) por Fernando Lyra Reys, fiscal da secretaria de Fazenda do município.

Reys afirma que o prefeito cometeu improbidade administrativa e crime contra a administração pública. Segundo a denúncia, Crivella teria prorrogado sem licitação uma concessão, de 1999, que autoriza dois grupos de agências de publicidade a usarem para propaganda 34 locais públicos, como pontos de ônibus e relógios de rua.

De acordo com o autor da denúncia, o contrato previa a exploração desses locais por 20 anos – e não tinha nenhuma cláusula que permitisse a renovação. Essas empresas também teriam deixado de pagar quase R$ 30 milhões em obrigações e multas.

Próximos passos do processo

  • Uma comissão processante foi formada após a votação com três vereadores que estavam presentes na sessão. Foram sorteados: Luiz Carlos Ramos Filho (PTN), Paulo Messina (PROS) e Willian Coelho (MDB);
  • O presidente da comissão será o vereador Willian Coelho e o relator será Luiz Carlos relator;
  • O vereador Dr. João Ricardo (MDB) pediu para que Messina, licenciado da Casa Civil para voltar à Câmara, se declarasse impedido, mas ele não atendeu o pedido;
  • O prefeito Marcelo Crivella terá 10 dias para apresentar sua defesa, após a publicação da admissibilidade no Diário Oficial;
  • A comissão tem até 90 dias para apresentar um relatório;
  • Assim que foi concluído, o documento será levado ao plenário da Câmara e será votado;
  • Para ser aprovado, o impeachment precisa do voto de dois terços da Câmara: 34 vereadores;
  • Se aprovado, o relatório o prefeito é afastado do mandato. Se rejeitado, o pedido de impeachment é arquivado.
  • Até a votação do relatório, Crivella continua no cargo.

Procurada pelo G1, a prefeitura do Rio ainda não se posicionou sobre o pedido de abertura de investigação contra o prefeito Crivella. Pela manhã, o prefeito participou da abertura da 12ª LAAD Defence & Security, a mais importante feira de defesa e segurança da América Latina, no Riocentro, Zona Oeste.

Do G1

Rádio Atual entrevista modelo Natália Guimarães e Leandro do KLB que participaram de ensaio fotográfico para a Fest Malhas 2019

Na tarde desta terça-feira (02), o locutor Evandro Batista, da Rádio Atual, entrevistou a modelo, Natália Guimarães e Leandro do KLB. Os dois estiveram em Jacutinga, na Agência Ponto Toc Publicidade, participando de um ensaio fotográfico para a peça publicitária da Fest Malhas 2019.

Natália Guimarães já participou de outras edições da Fest Malhas e desta vez resolveu trazer a família para participar da divulgação deste evento a nível nacional.

“Já participei de outras edições da Fest Malhas e minha história de vida vem crescendo junto com a feira. Resolvi trazer minha família para desta vez participarem deste grande universo das malhas. Estou muito feliz de estar aqui em Jacutinga”, disse Natália.

Já o cantor Leandro (KLB), destacou a importância de estar divulgando a feira de malhas.

“Me senti muito honrado de ter sido escolhido para passar uma imagem de família na divulgação da Fest Malhas. Voltar a Jacutinga numa outra causa fora parte da música é muito importante. Ver minhas filhas felizes participando dos ensaios é muito gratificante. Essa feira é muito importante, porque aqui os visitantes irão encontrar malhas à preço de fábrica. Obrigado Jacutinga de coração pelo carinho comigo e minha familia”, destacou Leandro (KLB).

Natália Guimarães já foi Miss Brasil e Miss Minas Gerais e é casada com o Cantor Leandro do Grupo KLB, que fez grande sucesso no começo dos anos 2000.

A edição da Fest Malhas 2019 acontecerá de 07 à 23 de Junho, e a Rádio Atual estará presente na cobertura deste grande evento de Jacutinga e Região.

Por Rodrigo Matarazzo

Monsenhor Vieira, um Santo Homem que passou por nossas terras

Hoje se vivo fosse, o eterno Sebastião Carvalho Vieira, (Monsenhor Vieira), estaria completando 103 anos de vida. Monsenhor nasceu no dia 02 de abril de 1916 na cidade de Paraisópolis-MG. Em Jacutinga, exerceu com maestria, dedicação e amor, 48 anos de sacerdócio. Monsenhor Vieira, era muito querido e amado por todos em nossa cidade, principalmente pelas criancas e pelos menos favorecidos.

Cuidou da população, como se cuidasse de um filho. Tinha a Casa da Criança como à menina dos seus olhos. Dedicou boa parte do seu tempo em ensinar algum ofício a quem procurava a instituição.

Fez por Jacutinga, que muitos prefeitos não fizeram. Sabia administrar como ninguém. Como religioso, levou a palavra de Deus nos quatro cantos desta cidade.

Aonde tinha um ser humano necessitando da palavra de Deus, lá estava Monsenhor Vieira. Quem não se lembra das brincadeiras dele com as balas com as crianças? E das missas das crianças na Igreja Matriz de Santo Antônio? E das aulas de datilografia na casa paroquial? Do seu fusca azul percorrendo todas as ruas da cidade?

Quantas lembranças deste Santo Homem que passou por nossas terras e só deixou só exemplos bons. Seu Cônego, como também era carinhosamente conhecido, faleceu no dia 21 de janeiro de 2006. Seus restos mortais estão hoje na capela do cemitério de Jacutinga.

Monsenhor Vieira esteve à frente da Paróquia de Santo Antônio por 35 anos. Seus últimos dias de vida foram dedicados à Comunidade São Judas.

Do Monsenhor Vieira ficam as mais belas lembranças de um homem que passou por Jacutinga e deixou em nossa história um legado de santidade e amor ao próximo.

Por Rodrigo Matarazzo/ Foto: Facebook da Paróquia de Santo Antônio

Itapira: Funcionária da Caixa, esposo e corretor acusados de irregularidades em Leilões

MPF acusa 3 por irregularidades em leilões da Caixa: Valor da ação chega a quase R$ 20 milhões

Tramita na 1ª Vara Federal de São João da Boa Vista uma ação civil de improbidade administrativa proposta pelo Ministério Público Federal que acusa três pessoas aqui de Itapira por “violação aos princípios administrativos”.

O assunto diz respeito a um suposto conluio entre os acusados no direcionamento de imóveis adquiridos através de financiamento da Caixa Econômica Federal (CEF), que depois são colocados à venda em leilão extrajudicial por causa do atraso de parcelas de pagamento do financiamento obtido.

A petição inicial deu entrada na 1ª Vara Federal no final de dezembro do ano passado, por determinação do Procurador Federal Guilherme Rocha Gopfert. Aparecem como réus no processo L.P., que exercia funções de gerência na unidade de Itapira, o marido dela, J.P. e J.D., corretor credenciado pela CEF, além da própria instituição bancária e a União.

O caso remonta ainda de 2014, quando o Procurador Federal Lúcio Mauro Carlone Fleury recebeu denúncia da existência do esquema. Como ocorre em situações iguais a esta, o procedimento normal foi o de requerer dos órgãos competentes um inquérito civil. Após concluir que as evidências apontavam para um esquema de favorecimento e conluio entre os acusados, o processo acabou dando ingresso na Justiça Federal.

A grosso modo, L.P – segundo a acusação – de posse de informações privilegiadas a respeito do valor de imóveis, comunicava a terceiros a existência destas propriedades objeto de execuções extra-judiciais sendo oferecidos a preços bastante abaixo dos valores de mercado. Estas pessoas arrematavam os imóveis e auferiam uma lucratividade extraordinária ao se desfazer deles. Nos autos dos processos, constam que o marido da ex-gerente teria adquirido 4 imóveis, “todos por preços abaixo do valor de avaliação”. J.C, segundo ainda o processo, “valendo-se de informações privilegiadas”, adquiriu 7 imóveis.

O Juiz Federal Pedro Henrique Magalhães de Lima, da 1ª Vara Federal de São João da Boa Vista, acatou pedido de liminar para bloqueio de bens dos acusados e indisponibilidade de bens móveis e imóveis até o valor de R$ 107,499,66 no caso de L.; mesmo valor para o marido e de R$ 469.766,728 para J.D. Determinou ainda suspensão de direitos dos três acusados, “bem como de seu cônjuge, ou companheiro, ou parente consanguíneo, ou afim, em linha reta ou colateral, até o terceiro grau inclusive, de participarem de leilões oriundos de execução extrajudicial pela CEF, e de adquirirem os imóveis pela “venda direta”, quer por meio de empresa/firma individual, quer por intermédio de sociedade constituída sob qualquer das formas admitidas em Direito”, além da suspensão de qualquer tipo de atividade em relação aos demandados que guarde relação com operações, ainda que indiretas, de “venda direta” ou de leilões oriundos de procedimentos expropriatórios extrajudiciais promovidos no âmbito da Caixa Econômica Federal.

Fase inicial
Como o processo está em fase inicial, os réus serão convocados a depor. Um advogado, familiarizado com o assunto, disse que as partes estão sendo citadas. Ele tomou conhecimento do caso porque foi procurado por duas pessoas que tiveram seus imóveis arrematados, cujo valor gira nos dois casos, em torno de R$ 700 mil. O advogado, que pediu para ter a identidade preservada, disse que fará um acompanhamento do processo como parte interessada, para tentar reverter o processo que culminou com ação extrajudicial que tomou os imóveis dos antigos proprietários.

Ambas as clientes souberam da ação posteriormente e por isso decidiram contratar os serviços do advogado. Este, por sua vez, calcula que muitos outros casos possam surgir à tona, supondo que talvez até mesmo em razão das evidências encontradas, o valor da ação atinja valores tão elevados, incluindo aí questões como “danos materiais e moral coletivo, juros, e correção monetária que perfazem total de R$ 19.888.796,14, tornando-se, provavelmente, na maior ação civil da história da cidade.

Da Gazeta Itapirense

Itapira: Homem tenta se matar no Santa Marta

Guardas municipais foram acionados na tarde de sábado, por volta das 17h40, para irem até a avenida Lions Club, o Zerão do bairro Santa Marta. Segundo informações, um homem estaria passando mal dentro de um Citroen C4 Palas prata.

Duas viaturas chegaram para atender a ocorrência e deram de cara com a vítima no banco do passageiro e vomitando muito. Ao ser indagado o motorista de caminhão de um depósito de materiais disse que havia ingerido descolorante de cabelos em grande quantidade.

Ele havia feito isso por volta das 13 horas, e estaria sofrendo as consequências do ato até aquela hora. O motorista contou também que tentou se matar porque sua esposa está decidida a se separar dele.

O SAMU foi acionado e o homem foi levado para atendimento no Hospital Municipal e, por sorte, como havia vomitado muito, escapou da morte. Mas foi por pouco.

Da Gazeta Itapirense

Detran-SP anuncia concurso público com 400 vagas e salário de até R$ 4,6 mil

DETRAN-CONCURSO (1)

O Detran-SP (departamento de trânsito do Estado) anunciou neste fim de semana um concurso público com 400 vagas. As inscrições acontecem entre os dias 5 de abril e 6 de maio.

Serão selecionados 200 oficiais de trânsito, sendo 19 na cidade de São Paulo, com salário de R$ 1.863. Como requisito, é necessário possuir o ensino médio completo ou um curso técnico profissionalizante de nível equivalente.

O Detran-SP (departamento de trânsito do Estado) anunciou neste fim de semana um concurso público com 400 vagas. As inscrições acontecem entre os dias 5 de abril e 6 de maio.

Serão selecionados 200 oficiais de trânsito, sendo 19 na cidade de São Paulo, com salário de R$ 1.863. Como requisito, é necessário possuir o ensino médio completo ou um curso técnico profissionalizante de nível equivalente.

As inscrições custam entre R$ 45 e R$ 75 e podem ser feitas no site da Fundação Carlos Chagas. A prova será realizada no dia 7 de julho e demandará conhecimentos gerais de língua portuguesa, matemática, informática e direito para ambas as profissões.

Já para agente de trânsito, é preciso responder ainda sobre o Código de Trânsito Brasileiro e resoluções do Conselho Nacional de Trânsito. As avaliações contarão também com redação.

O resultado preliminar será divulgado no dia 28 de agosto. Até o dia 30, candidatos podem solicitar vista e recurso nas notas. A convocação final acontece no dia 3 de outubro.

Fonte METRO

Número de alunos com autismo em escolas comuns cresce 37% em um ano; aprendizagem ainda é desafio

capturar
Giovanna Bonfim tem autismo e estuda em uma escola estadual de São Paulo — Foto: Arquivo pessoal

O número de alunos com transtorno do espectro autista (TEA) que estão matriculados em classes comuns no Brasil aumentou 37,27% em um ano. Em 2017, 77.102 crianças e adolescentes com autismo estudavam na mesma sala que pessoas sem deficiência. Esse índice subiu para 105.842 alunos em 2018.

Os dados foram extraídos do Censo Escolar, divulgado anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). São considerados tanto os estudantes de escolas públicas quanto de particulares. O G1 fez um levantamento específico sobre o transtorno nesta terça-feira, 2 de abril, Dia Mundial da Conscientização do Autismo.

O aumento no número de matrículas acompanha uma exigência legal: pelos princípios constitucionais, nenhuma escola pode recusar a entrada de um aluno por causa de uma deficiência – nem mesmo as da rede privada. Há, inclusive, uma política nacional específica para pessoas com TEA, sancionada em dezembro de 2012. Pela Lei Berenice Piana, como é conhecida, é direito da pessoa com autismo o acesso à educação e ao ensino profissionalizante.

Apenas um primeiro passo

Conforme mostram os dados do Censo, o aumento das matrículas indica que as escolas deram um passo em direção à inclusão. No entanto, permanece um desafio: ir além da mera presença em sala de aula. É necessário assegurar que os alunos com autismo estejam aprendendo.

“Precisamos avançar em relação a essa inclusão de ‘faz de conta’. Muitas famílias percebem que a criança não está participando das atividades das salas de aula. Dizem que ela não recebe qualquer atenção específica”, afirma Renata Tibyriçá, defensora pública do Estado de São Paulo. “Não existe um trabalho específico que garanta o aprendizado.”

Conforme explica a especialista, doutora em distúrbios do desenvolvimento, ainda faltam recursos de diversas ordens: adaptação de conteúdos para alunos com autismo, formação adequada de professores, ações de combate ao bullying, elaboração de avaliações específicas.

“O ideal seria conhecer cada aluno e diagnosticar quais são as necessidades dele, traçar os objetivos que podem ser alcançados. O problema principal é que, no nosso sistema educacional, as escolas lidam como se os estudantes fossem uma massa homogênea. Mas cada um tem seu ritmo de aprendizagem, seus obstáculos”, explica a defensora.

Não é possível sequer afirmar que todos os alunos com autismo têm as mesmas necessidades. Alguns podem precisar de uma maior flexibilização do currículo. Outros exigem um acompanhante que desenvolva um sistema de comunicação alternativa com o professor regente e os colegas – a expressão verbal é um dos principais pontos de dificuldade de pessoas com TEA. Há quem precise, além disso, de um cuidador para questões de higiene pessoal.

O desafio só aumenta

A partir do ensino fundamental II, as crianças que estudam na rede pública normalmente precisam ser transferidas para um colégio estadual. Isso significa migrar para uma instituição maior, com novos funcionários e colegas. Em vez de apenas um professor para cada turma, passa a ser um docente por disciplina (matemática, português, história, geografia, etc.). Os conteúdos ficam mais complexos e abstratos.

“É importante manter a preocupação com a inclusão por todo o ciclo escolar. Se antes os pais se preocupavam com a formação do professor, depois do sexto ano, precisam torcer para que uma equipe muito maior desenvolva um trabalho apropriado para a criança autista”, afirma Renata.

e0794c6d-9f81-4749-bacc-afdfb8a7514a
Giovanna foi acolhida pelos colegas e professores, mas ainda não tem uma professora assistente na nova escola — Foto: Arquivo pessoal

Essa aflição acerca da transição para o sexto ano é descrita por Magda Bonfim, avó da Giovanna, de 13 anos. A menina só foi diagnosticada com autismo aos 6 anos, quando já estudava em uma escola municipal de Taboão da Serra, em São Paulo. Depois de dois anos pesquisando sobre a legislação e pedindo um auxiliar de classe, Magda conseguiu que a prefeitura contratasse uma profissional de apoio para a aluna.

“Aí chegou a hora de mudar de escola. Fiquei com muito medo de a Giovanna não ser acolhida. Pesquisei muito até achar uma opção de colégio estadual perto de casa, que parecesse adequado para ela”, conta Magda. “Tive uma boa surpresa. Todos os professores conversaram com a minha neta e entenderam o autismo. Ela também frequenta a sala de atendimento especializado, no contraturno escolar, para ter atividades mais focadas para ela”, completa.

Outros recursos, no entanto, ainda estão sendo pleiteados. Magda tenta, novamente, que seja contratada uma auxiliar de classe para ajudar na adaptação dos conteúdos. “A Gigi precisa de alguém que leia a lousa para ela e ajude nas lições. Por mais que ela seja alfabetizada, necessita de um apoio. E é direito dela, então vou entrar com uma ação judicial”, diz.

Mais de três meses após o início do ano letivo, Giovanna também não tem acesso ao transporte escolar especial. Por isso, precisa ir de ônibus com a avó e andar um longo trecho a pé. “Em dias chuvosos, ela precisa faltar. Ela tem medo de andar na chuva”, conta a avó. As pessoas com TEA, de fato, podem ser mais sensíveis a sons altos e a agitações. “Tenho medo de ela faltar muito e perder a motivação.”

Participação da família

Magda participa da rotina da escola para facilitar a inclusão de Giovanna. A menina estava incomodada com o barulho do colégio – e tinha surtos nervosos por causa disso. Os colegas não entendiam a reação dela.

13c0249b-138c-4608-b455-1fec0b882e55
A avó de Giovanna preparou pirulitos com informações sobre autismo — Foto: Arquivo pessoal

Para explicar às demais crianças que era uma característica do autismo, a avó da aluna preparou pirulitos para todos os estudantes, com um papel que explicava mais sobre o transtorno. “Hoje é incrível, a turma ajuda a Gigi. Quando alguém faz bagunça, os outros já lembram: ‘fala mais baixo, a Giovanna vai ficar irritada, vamos respeitar’”, relata Magda.

“Precisamos nos unir pela inclusão.”

Autismo: um mundo de extremos

A nomenclatura mais moderna, de acordo com o Manual de Diagnóstico e Estatística dos Transtornos Mentais, é mesmo a sigla “TEA”. É um “guarda-chuva” que inclui pessoas em diferentes condições.

No chamado “autismo clássico”, que costuma ser diagnosticado por volta dos 3 anos de idade, os sinais mais comuns são:

  • ter dificuldade em interação social, como não olhar para o interlocutor ou manter uma distância grande dele;
  • não compartilhar interesses e experiências com os outros;
  • não reagir a emoções, como por exemplo a criança que vê que a mãe se machucou, mas não faz carícias ou dá beijo para consolá-la;
  • fazer movimentos repetitivos;
  • não desenvolver a linguagem oral ou apenas repetir frases ouvidas;
  • necessitar de uma rotina muito inflexível, sem mudanças em caminhos para a escola ou ordem de compromissos na semana.

No outro extremo, chamado Síndrome de Asperger, o desenvolvimento da linguagem pode até ser equivalente ao da média das crianças. Mas há sinais como:

  • desinteresse em compartilhar gostos;
  • dificuldade em socialização;
  • falta de empatia ou de ter reações em grupo;
  • interesse por assuntos muito específicos;
  • comportamento repetitivo;
  • sensibilidade alta ou baixa nos 5 sentidos (como irritação em ambientes barulhentos).
  • Do G1

Homem fica ferido ao se jogar em carro para tentar evitar queda de barranco em Itajubá, MG

whatsapp-image-2019-04-01-at-3.37.27-pm
Homem fica ferido ao se jogar em carro para tentar evitar queda de barranco em Itajubá — Foto: Sargento Esteves/Corpo de Bombeiros

Um homem de 69 anos ficou ferido ao cair com o carro de um barranco em Itajubá (MG) na tarde desta segunda-feira (1º). De acordo com o Corpo de Bombeiros, ele havia saído do carro, quando o veículo começou a descer sozinho e ele se jogou dentro novamente para tentar impedir o acidente.

Ainda conforme os bombeiros, o homem tinha saído do carro para abrir uma porteira em uma estrada às margens da BR-383 e, apesar de ter entrado no veículo quando percebeu o movimento, não conseguiu evitar o acidente.

Ele foi socorrido pelos militares e encaminhado para o hospital de Itajubá (MG) com escoriações leves.

Do G1

Corpo de homem é encontrado às margens da Represa de Furnas, em Carmo do Rio Claro

O corpo de um homem foi encontrado às margens da Represa de Furnas, em Carmo do Rio Claro (MG), na manhã desta terça-feira (2). A polícia foi chamada por volta das 6h30, quando o corpo foi visto no local.
A suspeita é que a vítima seja um homem que estava desaparecido desde o último sábado (30). Segundo informações da família, ele saiu para pescar e, desde então, não foi mais visto.
A família procurou a polícia no fim da tarde desta segunda-feira (1º). O Corpo de Bombeiros de Passos foi acionado e começaria as buscas na manhã desta terça-feira. Como o corpo foi localizado, os bombeiros não precisaram ir até Carmo do Rio Claro.
corpo_de_bombeiros_minas_gerais-logo-D422CBE6C1-seeklogo.com
A polícia acionou a perícia e uma funerária da cidade para retirada do corpo da água. O nome e a idade da vítima não foi informada pelos militares.
Do G1 Sul de Minas

Funcionários de hospital dançam forró para alegrar paciente com câncer

foto_principal (2)
Funcionários da Santa Casa de cidade sul-mineira fizeram uma pausa na rotina na última sexta-feira (29) para alegrar o dia de uma colega de trabalho que está internada para um tratamento de câncer

Durante a tarde da última sexta-feira (29), os funcionários da Santa Casa de Poços de Caldas fizeram uma pausa nas suas atividades para alegrar o dia de uma funcionária e amiga que está internada para um tratamento de câncer.

Marcia Lilia Faria visualizava tudo da janela, enquanto seus amigos dançavam forró para homenageá-la. “Depois desse dia foi só melhora, Graças a Deus”, relata a paciente.

Márcia é funcionária do hospital e trabalha no setor de higienização do local. Entre os colegas ela é conhecida como a animação da Santa Casa. “A Marcinha sempre foi super animada, você olha as postagens dela e todo fim de semana ela vai pro forró, diz Priscilla Ariana Silva Marques, enfermeira do Centro de Controle de Infecção Hospitalar e do setor Higienização.

Há duas semanas, o sorriso sempre estampado no rosto de Marcia deu lugar à preocupação. Ela teve o diagnóstico de câncer em um exame periódico feito para o trabalho.

Assim que soube do seu quadro de saúde, Marcia iniciou o tratamento e precisou ser internada em uma área de isolamento no hospital. Com as mudanças tão drásticas e repentinas na rotina, ela conta que não conseguiu manter a alegria em todos os momentos.

“Nesse dia, eu estava muito chorona, pensando em desistir da vida, com dores… mas aí vieram as minhas amigas pra me alegrar. Elas fizeram um forrozinho pra mim, porque elas sabem que eu amo”, conta Márcia sobre a homenagem que recebeu.

Forró no hospital

A ideia de fazer um show particular de forró para a amiga veio de Priscilla. Ela soube que Marcia estava passando por momentos difíceis e resolveu agir.

“Ela estava em um dia bem tristinha, pensando até em desistir. E eu disse que não, a gente precisava fazer alguma coisa para dar uma animada nela”, explica Priscilla.

marcia-santa-casa
Marcia, de Poços de Caldas. enfrenta um tratamento contra o câncer e recebeu homenagem das colegas de trabalho

As colegas sabiam que Marcia é fã do ritmo e decidiram se juntar para a dança. Sem muito planejamento, elas foram até a área de manutenção do hospital e pediram aos funcionários uma caixa de som emprestada para dar ritmo à ação.

Fonte: Portal Onda Sul

ANP fecha posto de combustíveis por suspeita de fraude no Sul de Minas

foto_principal (1)
A operação foi denominada ‘Encerrando’, em alusão a suspeita sobre o posto
Uma operação da Receita Estadual e da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) fechou um posto de combustíveis na Avenida Princesa do Sul, em Varginha nesta segunda-feira (1º). Segundo a Receita, a suspeita é que os equipamentos haviam sido adulterados para fazer sonegação de impostos.
 
Ainda de acordo com a Receita Estadual, a fraude era realizada no falta do encerrante, equipamento utilizado para determinar quantos litros passam pela bomba. Com os números adulterados, o resultado final seria diferente na caixa registradora.
A Receita disse ainda que essa mudança no equipamento permite que um posto consiga ocultar a quantidade de litros comercializada e também se houver combustível de origem duvidosa.
 
A operação foi denominada‘Encerrando’, em alusão a suspeita sobre o posto, e as investigações foram realizadas durante seis meses. O fechamento foi realizado após auditores fiscais realizarem o cruzamento de dados e apontarem as supostas irregularidades. 
A Receita informou ainda que, com a investigação, o posto de combustíveis teve a inscrição estadual cancelada, ou seja, perdeu a autorização para comercialização. Depois a ANP cancelou também a autorização para funcionamento do estabelecimento.
Segundo a Receita Estadual, outros postos de combustíveis devem ser alvos da operação nos próximos dias.

Polícia prende o vereador Cláudio Duarte (PSL), em BH

foto_principal
Policiais estiveram na manhã desta terça na Câmara Municipal de Belo Horizonte e fizeram apreensões no gabinete do vereador; defesa fala em prisão absurda

A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu, na manhã desta terça-feira (2), o vereador Claudio Duarte (PSL), de Belo Horizonte. O assessor parlamentar dele, Luiz Carlos Cordeiro, também foi detido. As duas prisões são temporárias, pelo prazo de cinco dias, e foram decretadas pela juíza Patrícia Santos Firmo. Duarte está sendo investigado pelo crime de “rachadinha”, quando os funcionários devolvem parte do salário para o parlamentar.

A Justiça também expediu cinco mandados de busca e apreensão nas casas de Duarte e de Cordeiro, nos gabinetes do vereador na Câmara Municipal de Belo Horizonte e no Bairro Céu Azul, além de uma associação no mesmo bairro.

Duarte foi levado para o Departamento Estadual de Investigação de Fraudes, no bairro Santa Efigênia. Cerca de 10 funcionários do gabinete do vereador devem ser ouvidos pela polícia, que espera que eles se apresentem de forma voluntária.

O advogado Enio Dias de Jesus disse, ao chegar à delegacia nesta manhã, que ainda não sabia o teor das denúncias contra Duarte e que considerava a prisão absurda. O defensor afirmou, ainda, que o vereador “não tem nada pra esconder” e que os funcionários dele irão à delegacia ainda nesta manhã – até as 10h50, sete assessores tinham chegado para prestar depoimento.

advogado
Advogado Enio Dias de Jesus disse não saber quais são as acusações contra o vereador

No domingo (31), Duarte participou de manifestação em comemoração aos 55 anos do golpe militar de 1964. Na ocasião, ele afirmou que entraria com um projeto para que o Elevado dona Helena Greco voltasse a se chamar Castelo Branco, em homenagem ao primeiro presidente militar.

Fonte: G1

Vereador Guilherme Corrêa volta a falar sobre abordagem e direcionamento irresponsável de turistas em Jacutinga

O Vereador Guilherme Corrêa (DEM), na 8ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Jacutinga, como orador inscrito, corajosamente abordou assuntos relacionados a prática irresponsável de abordagem e direcionamento de turistas, compradores de malhas, entre alguns comerciantes na cidade.

O vereador relatou que já esteve reunido com o Presidente da ACIJA, Eliseu Fávaro Júnior “Juninho do Boticário” e com o Secretário de Governo Nilton José de Carvalho “Nilzinho”, para que providências duras sejam tomadas.

Ainda na sua fala o vereador destacou algumas novidades sobre o assunto.

Assista o vídeo da fala do vereador Guilherme Corrêa na seção de ontem segunda-feira (01).